É uma técnica simples. Mediante a retirada de sangue da veia E SUA IMEDIATA APLICAÇÃO NO MÚSCULO, AUMENTA EM QUATRO VEZES O NÚMERO DE MACRÓFAGOS NO ORGANISMO. São os macrófagos QUE FAZEM A LIMPEZA DE TUDO, eliminando bactérias, vírus e câncer.

28
Jan 13
"se uma vida tem valor, imagina milhares, salva por este ato autruista
do medico que honra seu juramento. saude simplismente por nos ver vivos
e bem eu estava morrendo por uma cirrose advinda de uma
esquistossomose,ja nao dormia por causa de uma terrivel confusao
mental, nao tinha mais força para nada. minha esposa chorava
constatemente, tive hemorragia digestiva fiz ligadura elastica vareas
vezes meu medico diz que uma possivel soluçao seria um trasnplante
hepatico. conheci a auto hemo com este medico que so au ouvir o nome
minha alma vibra: dr luiz moura hoje apos um ano de tratamento durmo
bem traballo normal, minha esposa esta muito feliz fiz copia dos videos
do dr luis e ditribui para outras pessoas que tambem fazem e tem outra
qualidade de vida dr luiz nao caiu do ceu ele veio do ceu trazido com
muito carinho pelas maos divina." Data: 26/01/2013 23:09:00 De: pedro
sergio martins IP: 189.59.161.81 Assunto: Auto dr luis moura Transcrito
de http://inforum.insite.com.br/39550/12923229.html Esquistossomose -
também conhecida por outros nomes bilharziase Xistosa Doença do
caramujo Barriga dágua Xistosomose A esquistossomose atinge 200 milhões
de casos em todo o mundo. Endêmica em várias regiões tropicais e
subtropicais do mundo, causa mais de 200.000 mortes por ano. Existêm de
cinco espécies de Schistosoma, que causam a doença ao homem: S.mansoni,
S.haematobium, S.japonicum, S. intercalatum e S.mekongi.(este último
descoberto mais recentemente). Outras doenças causadas por helmintos
que podem ser tratadas pela auto-hemoterapia: Ascaridíase Teníase
Cisticercose Ancilostomose Informações divulgadas por cientistas e
usuários da auto-hemoterapia em todo o mundo listam outras centenas de
doenças que são curadas ou, no mínimo, que sofrem remissão. Entre estas
doenças curadas pela auto-hemoterapia estão, desde o Alzheimer e o
Parkinson, à distrofia muscular. A lista não para de crescer, pois
incontáveis doenças auto-imunes são curadas com a auto-hemoterapia,
como lupus, psoríase e vitiligo. Malária, HIV/Sida(Aids), doença do
sono, febre hemorrágica viral - vírus do Ébola, cegueira dos rios
(oncocercose), elefantíase e cólera, entre tantas outras
infecto-contagiosas são combatidas pela auto-hemoterapia, cuja eficácia
é comprovada pela ciência. O câncer também é curado com a técnica.
publicado por auto-hemoterapia às 20:36

27
Jan 13
Sobre auto-hemoterapia ver o livro do dr. Luiz Moura em
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-dvd.htm De lá, os textos
abaixo. « ... O cloreto de magnésio atua na osteoporose, bursite e
artrose? Exatamente, porque ele regula todo o metabolismo do cálcio,
ele fixa o cálcio onde ele deve existir, por exemplo, nas osteopenias,
nas osteoporoses, ele fixa, e elimina o cálcio de onde ele não deve
existir, das artérias, das articulações, ele elimina os cálculos de
oxalato de cálcio dos rins, ele elimina as calcificações generalizadas
que existe nas bursites calcificadas. Onde houver cálcio fora do lugar
ele elimina e onde houver falta de cálcio ele fixa desde que seja
junto, dado junto com o cálcio. Que a pessoa tenha uma alimentação rica
em cálcio ele vai fixar, então não há o menor risco para quem toma
cloreto de magnésio, em tomar excesso de cálcio. O risco do excesso de
cálcio, de calcificação nas artérias, articulações é de quem não toma
magnésio, que regula a distribuição do cálcio, aí existe, que é
realmente, muita gente pensa: ahh, que tem arteriosclerose não pode
tomar cálcio porque via endurecer as artérias, vai mesmo se não tomar
com o magnésio vai, mas se tomar junto com o magnésio não, porque o
cálcio só vai fixar onde ele deve, ele é que é o regulador da
distribuição do cálcio. Essa é que é a importância. »Dr. Luiz Moura em
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-dvd.htm#O%20cloreto%20de%20ma
gn%C3%A9sio%20atua%20na%20osteoporose,%20bursite%20e%20artrose E : «
...Cloreto de magnésio O magnésio é de enorme importância no uso do dia
a dia, todo mundo deveria tomar, porque os alimentos hoje estão pobres
de magnésio, o motivo é simples demais, é que as plantas precisam muito
do magnésio, para respirar o mecanismo clorofílico dela, a fixação do
gás carbônicos e eliminação do oxigênio fazendo ao contrário do que nós
fazemos, nós fazemos usando ferro, o mineral é o ferro para fazer esse
mecanismo de respiração, glóbulos vermelhos, que faz o mecanismo
respiratório, na planta quem faz é a clorofila que é a base do
magnésio, basicamente do magnésio que é a estrutura mesmo dela,
acontece que o que se usa hoje em dia, o adubo químico que se usa hoje
em dia é o NPK, Nitrogênio, Fósforo e Potássio não se repõe o Magnésio
na terra e acontece que antigamente quando as cidades eram todas de
casas, as casas tinham fossa e esses magnésios que a gente elimina
pelas fezes voltavam para o lençol freático, mas hoje vai tudo para os
rios e para o mar, então está havendo uma pauperização (empobrecimento)
crescente de magnésio nas terras, por não se repor o magnésio. As duas
razões mais importantes dele é: ele regula o metabolismo do cálcio no
organismo, ele que fixa cálcio onde deve haver e elimina cálcio onde
não deve haver. Então, as calcificações de coluna, as calcificações das
articulações, as calcificações das artérias, ocorre por essa carência
de magnésio, as calcificações dos rins, oxalato de cálcio, cálculos,
pedras de oxalato de cálcio nos rins é falta de magnésio, basta dar
magnésio para o paciente, que ele derrete esses cálculos renais, que
não seja os de urato e fosfato, que seja de oxalato de cálcio, aí é
falta de magnésio. Então, o magnésio é tão importante que o 'Pier
Dulbet', esse médico que usava o magnésio para lavar as feridas, ele
não sabia por que, mas no livro dele, depois que ele publicou em 1940,
na guerra de 1914 à 1918 ele usava sem saber o porque, depois ele
descobriu que o magnésio ativava também o sistema imunológico, e a
prova disso e que na Itália, na França, e no livro dele tem, o mapa do
câncer e o mapa do magnésio, na metade sul da França que as terras tem
quantidade de magnésio a mortalidade por câncer alcança 3,5%, aliás ele
diz menos de 3,5, e no norte da França em que as terras são pobres de
magnésio, mais de 8,5% das pessoas morem de câncer. Agora na Itália é
muito pior, a experiência, é interessantíssimo como um decreto de um
César ainda vale até hoje e produz efeitos até hoje, tanta gente
morrendo de câncer sem saber por quê. No livro do Professor 'Pier
Dulbet' esse livro chama-se " A Política Preventiva do Câncer" de 'Pier
Dulbet', nesse livro ele tem a incidência de câncer do norte até o sul
da Itália. Por um decreto em vigor ainda, de um imperador, de um dos
Césares romanos era proibido transportar o sal de uma região para outra
para não encarecer o sal, a finalidade era essa. Acontece que por causa
disso, e como o norte da Itália é muito rico em minas de salgema, sal
na terra que tem só cloreto de sódio e zero em magnésio, zero, a
incidência de câncer varia de 7% à 10%. No centro da Itália onde está a
capital Roma, como o povo já usa sal do mar, mas, como tem mais poder
aquisitivo, mais dinheiro, usa um sal que já aparece um pouquinho de
magnésio 0,08% de magnésio, já cai essa incidência de câncer para 4,
4,5%. E no sul da Itália por pobreza o povo usa sal que ele dá para o
gado, é a zona rural da Itália do sul, o sal que eles dão para o gado,
é um sal riquíssimo em magnésio, mas que vira água, vira salmoura,
então eles têm tinas em toda família italiana, tem uma tina de madeira
em que eles põem o sal ali e usam aquele mesmo sal e quando ele vai
virando água, ele vai usando aquela água mesmo e tempera a comida com
aquilo, isso é milenar, é tradição deles, por causa disso no sul da
Itália a incidência de câncer não chega a 2%, só por causa desse
magnésio contido lá, isso tem no livro do professor 'Pier Dulbet'
contando isso, foi por isso ele deu a maior importância. É tirado, sabe
de onde, vem esse cloreto? Do sal, lá da indústria de Barrilha, lá em e
São Pedro da Aldeia, o sal, aquele sal que é produzido lá em Cabo
Frio(NR: Brasil), eles tiram o magnésio para poder o sal virar,
comercialmente ter mais valor, porque realmente, o sal, você não pode
empacotar um sal carregado em magnésio, sal grosso, porque ele vai
estourar aquele pacote, ele é altamente higroscópico (Que tem tendência
para absorver a umidade do ar), então se tira o magnésio do sal, para
que o sal possa ficar na prateleira dos mercados sequinho e não entupir
os saleiros também, e tal, quanto mais seco o sal, menos magnésio, isto
é, tirou o magnésio o sal fica mais caro, e, com menos magnésio, e,
mais seco. O cloreto de magnésio puro (Pa) Lá nessa casa que eu compro,
que é lá na Rua Miguel Couto, lá eles vendem como vem empacotado da
fábrica lá de São Pedro da Aldeia, tem várias, agora já tem várias
fabricas que estão tirando o magnésio do sal para vender o magnésio
separado, né. Dosagem do uso do magnésio. Para preparar é a coisa mais
simples 20g ou duas colheres de sopa das, um pouco mais do que rasa, um
pouquinho acima, em um litro de água, dá uma solução muito boa, vamos
dizer, que corresponde então em torno de 20g, e toma-se, se for
preventivamente, não tiver nada, a pessoa não tiver nada, como
suplemento alimentar, o que está faltando nos alimentos, tomar uma
xícara de cafezinho por dia. Mas se a pessoa já tiver coluna com
osteofítos, bicos de papagaio, artrose, joelho, toma 2 xícaras de
cafezinho por dia desse cloreto de magnésio e ele vai eliminar essas
calcificações todas que ocorrem, e em casos de cálculo renal, eu chego
a dar 3três por dia, quando é cálculos de oxalato de cálcio, elimina
esses cálculos, então é isso aí, já resolve uma quantidade de
problemas. Agora nas feridas, a gente para lavar as feridas não se usa
essa solução forte de 20gr em 1 um litro d'água, usa-se uma solução que
fica isotônica, como é por exemplo o soro fisiológico, que fica 9 gr em
1 um litro d'água, o soro fisiológico, né , que é com sal, cloreto de
sódio, soro fisiológico, no caso do magnésio é 20gr em 2 litros de
água, ou seria 10 gr em 1 um litro é que fica isotônico, em vez de 9gr
que é o caso do sal, do cloreto de sódio é 10gr em um litro que fica
isotônico, e essa solução é que serve para lavar as feridas, para
infecções e tudo, funciona melhor do que esses desinfetantes,
hipoclorina e mertiolate, todos eles, é um... porque além de funcionar
como desinfetante ele estimula o sistema imunológico no local. E nos
casos das verrugas? As verrugas se toma magnésio, as verrugas ocorrem
por falta de magnésio na pessoa, a pessoa tem deficiência de magnésio e
por isso esses vírus conseguem se multiplicar e criando essas verrugas.
E se o cloreto ficar úmido dentro do frasco? Não tem problema, nenhuma
importância, o sal não tem tempo de validade, o magnésio não tem tempo
de validade, é eterno. Cálculos renais A falta dele é que causa os
cálculos renais, porque o cálcio se precipita e faz as fixações de
oxalato de cálcio, aí o cálcio junto com batata, o tomate que tem ácido
oxálico e gera, o espinafre, ácido oxálico, gera os cálculos renais de
oxalato de cálcio. Existem outros tipos de cálculos renais? Existem os
diuratos que as carne que produzem, o ácido úrico, e de fosfato que são
de outros legumes que tem fosfatos, tem muito fósforo, agora, o oxalato
é o contrário, a pessoa tem cálculo de oxalato por falta de magnésio, o
motivo é esse... O Cloreto de Magnésio freia as metástases do câncer?
Não, isso, frear, eu não digo; mas eu digo, pelo menos retarda, porque
o câncer, como o que o Pierre Dulbert provou no livro dele, mas
provou!, que o indivíduo recebe e usando uma quantidade suficiente de
magnésio correntemente a vida inteira, ele tem a possibilidade de ter
câncer incomparávelmente menor do que quem tem carência de magnésio,
isso ele provou no livro dele, " A política preventiva do câncer", o
título do livro. Há contra-indicação para o uso do Cloreto de Magnésio?
O único caso que existe é se a pessoa tiver insuficiência renal, tiver
por exemplo, em máquina de hemodiálise. Porque aí acumula, porque o
Magnésio, o excesso, se elimina pela urina. Então não há possibilidade
de haver excesso de magnésio porque o excesso sai pela urina, então não
há problema. Agora se a pessoa não estiver urinando ...aí pode a passar
de uma hipomagnesemia que é o comum que as pessoas usam, para uma
hipermagnesemia, mas só se a pessoa não estiver urinando. Dosagem
Correta do Magnésio Por exemplo, uma coisa errada que eles ensinam,
esse magnésio que é vendido nas farmácias, 33gr, e mandam dissolver em
1 litro de água, aí está errado, aí, vai dar, pode ser laxante. Aí está
realmente excessivamente concentrado, teria que ser 20 gr em 1 litro,
ou essas de 33gr pra quem compra nas farmácias, por que hoje todas as
farmácias tem, aí em 1 ½ litro de água seria até um pouquinho mais,
mais de 1 ½ litro para dar a mesma proporção. ... ». Dr. Luiz Moura em
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-dvd.htm#Cloreto de magnésio
Outras fontes para estudar o magnésio. Texto do padre Beno -
http://www.esalq.usp.br/siesalq/pm/magnesio_magico.pdf
http://amigosdacura.ning.com/profiles/blogs/magnesio-a-luz-da-vida
http://drsircus.com/medicine/magnesium/magnesium-administration
publicado por auto-hemoterapia às 22:03

22
Jan 13
Cariri Você conhece alguém que teve melhora com a auto-hemoterapia? O
que melhorou na saude da pessoa que pratica a auto-hemoterapia. tem
algum testemunho ? priscilla r Melhor resposta - Escolhida pelo autor
da pergunta Sim. Tenho um irmão que tem uma doença rara (Mielofibrose).
Esta doença debilita a medula óssea gerando conseqüentemente uma série
de anomalias. O estágio da doença estava tão avançada ao ponto de ele
ter que fazer transfusões de sangue a cada 3 semanas. Tinha que tomar
remédios fortíssimos para aliviar dores que sentia nos pés. Há mais ou
menos 3 meses ele começou a fazer auto-hemoterapia e está se sentindo
muito bem (deixou de tomar os medicamentos para as dores nos pés e não
sente mais dores; a última transfusão de sangue que ele fez foi em
dezembro/2006; o excesso de fraqueza que ele sentia não sente mais;
agora consegue realizar pequenas caminhadas o que antes era impossível
devido o seu estado de fraqueza), Avaliação do autor da pergunta:
Comentário do autor da pergunta: Você me conveceu mais uma vez para
aceitar e praticar a autohemoterapia. Obrigado ! e parabéns pela
resposta Postado em
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20070322053800AA6PUai
publicado por auto-hemoterapia às 19:27

21
Jan 13
Segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 - 13:50:31 177.98.201.238
Enfermidades selecionadas líquen esclerosoatrofico vulvar Tenho 53
anos, diagnostico psoriase, endrometriose, liquen esclerosoatrofico
vulvar esta doença rara pouco conhecida, incapacitante e mortal, e ao
pesquisar na internete vi muitas queichas da parte de pacientes e
médicos , que os medicamentos usados para tratar a doença, não tinham
bons resultados. A palavra líquen, significa fungo, então resolvi
combatelo usando limão com bicarbonato para beber,fiz uma mascara de
bicarbonato e água e passava na vulva, usava dentro... acentos de
bicarbonato e água , a coceira de cara foi embora, tomei comprimidos
para candidice. Fui a um proctologista que me solicitou um exame
colonoscopia e que na vespera do exama eu deveria tomar as 19hs 4
comprimidos de lacto purga, e de manhã o dramir e manitrol,assim fiz,
eu já fazia a milagrosa hemoterapia a 5 messes o resultado eu devo ter
botado para fora, muito do que estava me deixando doente, a melhora foi
enorme estou defecando bem, a doença não me poe mais medo, a minha
vulva tem um aspecto bem mais saldavel, creio que estou no caminho da
cura . Abaixo de Deus a Hemoterapia que cura as doenças que a medicina
tradicional não cura. socorrita 53 anos Postado em
http://hemoterapia.org/depoimentos/liquen-esclerosoatrofico-vulvar.asp
publicado por auto-hemoterapia às 19:14

19
Jan 13
"...As doenças infecciosas, alérgicas, auto-imunes, os corpos estranhos
como os cistos ovarianos, miomas, as obstruções de vasos sanguíneos são
combatidas pelos macrófagos, que, quadruplicados, conseguem assim
vencer estes estados patológicos ou, pelo menos, abrandá-los. No caso
particular das doenças auto-imunes, a autoagressão decorrente da
perversão do Sistema Imunológico é desviada para o sangue aplicado no
músculo, melhorando assim o paciente. ...". Trecho do artigo do dr.
Luiz Moura que resume o que é e como funcina a auto-hemoterapia em
http://www.rnsites.com.br/aht_luiz_moura.pdf "...ESCLERODERMIA Dia
10/09/1976, se interna na clínica, nesse tempo, eu era chefe da clínica
médica do Hospital Cardoso Fontes, e tinha uma consultora dermatológica
lá Dra. Rícia Álvaro Florião, trabalha aqui pertinho na Praça Sans
Penã, pois olha, ela então, ela fez um diagnóstico com três biópsias, é
uma senhora que há 8 meses não andava, estava em cima de uma maca,
entrevada e chega e é internada no hospital. Bom, aí ela faz o
diagnóstico, tira as biopsias, manda para Anatomopatologia do hospital
e a Dra. Glória Moraes, chefe do Anatomia Patológico, dá o laudo:
esclerodermia fase final. Então a Dra. Rícia resolveu dar uma aula. Nós
tínhamos toda segunda-feira uma aula dos casos que não fossem
rotineiros, dos casos que saiam da rotina. E esse é um caso bastante
raro. Esclerodermia é uma doença auto-imune e que não é freqüente.
Então ela deu uma aula belíssima, eu aprendi muito com ela porque eu
não sabia nada sobre a esclerodermia, sabia de ter lido livro, nunca
tinha visto paciente esclerodérmico, e eu era chefe dela! E ela deu a
aula lá, quando terminou a aula, quando tava terminando o prognóstico,
quando se diz o que pode ser feito pela paciente, a Drª. Rícia mandou a
enfermeira levar a paciente. Eu entendi, agora chegou a hora de dizer o
que tem que fazer pela paciente. Você mandou tirar a paciente para ela
não escutar. Ela disse: é verdade, eu não tenho nada há fazer pela
paciente. Eu digo a Rícia: "Você me entrega essa paciente para eu
aplicar uma técnica, que não é corrente e chama-se Auto-hemoterapia.
Ela riu e disse assim, ela riu na frente do chefe que era eu e dos
outros dois assistentes, que eram meus assistentes, e disse assim: -
"Dr. Moura, eu fui residente médica, o senhor sabe que eu cheguei em
maio dos EUA, eu era residente médica, lá, numa clínica para onde
convergiam todos os casos de esclerodermia de todos os EUA, e a clínica
não era mais nada de um depósito de esclerodérmicos, não tinha mais
nada a fazer. Então o senhor acha que pode fazer?" Eu disse: Olha, eu
vou agora em casa pegar os dois trabalhos do Dr. Jésse Teixeira e do
Dr. Ricardo Veronesi, eu vou pegar esses dois trabalhos, e você vai ver
que a idéia tem fundamento. Fui, levei vinte minutos para trazer os
trabalhos. Cheguei lá e li essas partes principais dos dois trabalhos e
perguntei: E agora Rícia? "Ahh, Tem lógica, pode funcionar, vale a
pena." E eu então fiz. Mas eu precisava, como ia fazer uma coisa nova,
num hospital, que ninguém nunca tinha feito, eu então peguei a .... fiz
uma dose brutal. Eu tirei 20 cc de sangue e apliquei 5 cc em cada em
cada braço (deltóide) e 5 em cada nádega, porque eu tinha que produzir
um resultado, ou funcionava ou não funcionava, eu tinha que chega a....
A melhora foi uma coisa espantosa. Ela (a paciente) ficou..., os
tecidos dela..., porque a pessoa com esclerodermia fica com a pele como
se fosse pele de jacaré, dura, a pessoa morre numa situação terrível,
porque morre em asfixia, porque não consegue respirar mais. O pulmão
não pode expandir, não tem condição de expandir, fica um bloco de
madeira, o corpo. Eu então fiz, e por incrível que pareça 30 dias
depois no dia 10/10/1976 essa paciente saiu andando do hospital. INÍCIO
QUAIS SÃO AS OUTRAS INDICAÇÕES DA AH Muitas, muitas aplicações.
Primeiro: todas as doenças infecciosas de modo geral. Segundo: todas as
doenças alérgicas, ela tem um efeito maravilhoso na asma brônquica, nas
alergias cutâneas, em doenças que ainda não se sabe bem o que é, por
exemplo, na psoríase funciona maravilhosamente bem. Nas doenças
auto-imunes, que são muitas hoje. Doença de Crohn, uma doença
auto-imune que destrói o intestino, os anticorpos atacam o final do
intestino delgado na doença de Crohn. .. O Lúpus, eu já usei, tem uma
paciente, que também vou dizer só as iniciais dela R.S., essa moça
ensina as crianças a bailar em Caxias (RS) ela sofria de Lúpus, eu
digo, ela sofria, não, ela sofre. Mas está..., não tem sintoma mais.
Não tem nada. É como se tivesse curado. E ela leva essas crianças todo
ano, patrocinado pela Itália, para dançar lá na Itália, crianças de rua
que ela ensina a dançar. Essa moça eu tratei de Lúpus ela não podia,
não tinha condições de trabalhar e nem fazer nada. No Lúpus, a
esclerodermia, que eu já contei. Artrite reumatóide, ela dá um
excelente resultado em atrite reumatóide. Eu tenho uma paciente da
UFRJ, uma funcionária de lá que tava praticamente sem andar há 8 anos e
com a AH ela está hoje normal. Ela sobe no meu consultório, pega
ônibus. Não tem mais problema nenhum. Na miastenias grave, eu tenho um
paciente que tem a minha idade, 78 anos. Esta paciente, ela até tem um
mês a mais do que eu, vai fazer 79 antes de mim, eu faço 79 em maio.
Ela foi diagnosticada em miastenias graves em 1980, no Instituto de
Neurologia, na Av. Pasteur e foi dado, como não tem nada o que fazer,
porque nada se fazia mesmo. E ela vem fazendo a AH desde 1980, ela é a
única sobrevivente dos diagnósticos feitos de miastenias graves, de
todos os pacientes que tinham miastenias graves na época, que ela
começou em 1980, não existe nenhuma viva, só ela, e vai no meu
consultório com a filha, ela toma ônibus, pessoa humilde, e tudo, toma
ônibus e chega no meu consultório. Isso 24 anos depois. Então é
realmente uma coisa incrível da gente não se divulgar, um trabalho que
se beneficia e alivia o sofrimento de tanta gente. Em tantas direções,
em tantas patologias, em tantos tipos diferentes de doenças crônicas, e
agudas também. Eu por exemplo, eu sei que estou errado de não tomar
vacina de idoso, mas é como eu faço a AH eu não preciso tomar a vacina
de gripe, de idoso, porque eu tenho sistema imunológico ativado. Não
condeno não, ótimo que todo mundo faça vacina, tome a vacina de gripe,
é ótimo, eu não preciso, eu nem minha mulher, nós não precisamos, pois
nós fazemos a AH, mantemos nosso sistema imunológico ativado. Então
realmente é um recurso terapêutico que tem uma amplitude enorme, mas
enorme mesmo, e benefícios que causa, por exemplo, em 1980, no
consultório que eu tinha na cidade, no edifício De Paoli.... numa sala
de um irmão que tinha lá, eu atendi uma senhora, bom, eu digo só que o
nome dela era só Graças que aí não dá para identificar, essa senhora
foi diagnosticada de esclerodermia, pelo serviço médico da Petrobrás, e
foi dada, como não tinha cura. Não tinha o que fazer e decidiram então
aposentá-la, foi quando ela me procurou, eu contei o caso de 4 anos
antes, do caso de esclerodermia, da outra paciente do Hospital Cardoso
Fontes. Contei a ela e ela decidiu fazer o tratamento, e eu fiz o
tratamento dela, e ela não tem sintoma nenhum, nem nada, até o dia de
hoje, e só vai se aposentar no ano de 2005 por tempo de serviço, ia se
aposentar em 1980, só vai se aposentar 25 anos depois. Então realmente,
é uma coisa que poderia mudar aí, a vida de muita gente, como mudou a
vida dela, imagine se ela se aposentasse naquela altura que
aposentadoria ela teria hoje? Que situação ela teria? Bom,
provavelmente nem viva ela estaria, se não tivesse feito esse
tratamento. Então é um recurso que tem um número enorme de aplicações,
e que tem uma explicação científica de como funciona. Não é algo a
dizer que é misterioso, que é uma magia, ou uma panacéia qualquer, não!
Se sabe como, foi comprovado. O Prof. Jésse Teixeira..., realmente, os
trabalhos anteriores europeus, todos eram na base do empirismo, ninguém
tinha comprovado como funcionava, um brasileiro, Jésse Teixeira que
comprovou como funcionava 1940, aí, dai por diante com a comprovação
científica de como age o tratamento, era para esse tratamento ter sido
divulgado e estar sendo usado, porque o custo, a medicina se torna cada
vez mais cara, os recursos cada vez mais caro, as doenças que a
auto-hemoterapia evita, muitas são já de idade avançada, o idoso está
se tornando um paciente que representa um peso muito grande nas
despesas, por isso que os planos de saúde cobram absurdo dos idosos,
porque realmente eles custam muito mais caros para serem mantidos com
vida, né? E com relativa saúde. E a auto-hemoterapia, o exemplo é
nosso, nós, o que nós gastamos? Temos um plano de saúde, que não
estamos dando prejuízos para plano de saúde, minha mulher com 77 eu vou
fazer 79, nós sempre temos dois anos de diferença, só que de vez em
quando ela fica um pouco mais velha e só fica com um ano de diferença,
aí é só isso que... essa é a única diferença que há. Então, é
realmente, é uma coisa muito valiosa esse tratamento, eu espero e que a
gente consiga ir divulgando e com o tempo a gente conseguirá realmente,
e fazendo com que alguns colegas vão usando, porque vão sendo
pressionado pelos pacientes, então a verdade é essa quando eles vêem os
resultados, pacientes contam os resultados que tiveram e vêem que não
há o como explicar, muitos saem pela tangente, e dizem, ahhh isso é
remissão espontânea. É uma saída, não admitir que foi a
auto-hemoterapia. ...". Trecho da entrevista do dr. Luiz Moura em
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-dvd.htm Relação das doenças
auto-imunes mais comuns. Miastenia gravis Tireoidite de Hashimoto
Artrite reumatóide Síndrome de Sjögren Vitiligo Psoríase Doenças
autoimunes do sistema nervoso Diabetes mellitus tipo 1 Lúpus
eritematoso sistêmico Esclerose múltipla Doença de Addison Anemia
hemolítica Síndrome antifosfolipídica autoimune Dermatite herpetiforme
Febre familiar do Mediterrâneo Glomerulonefrite por IGA
Glomerulonefrite membranosa Síndrome de Goodpasture Granulomatose de
Wegener Doença de Graves Doença celíaca Hepatite autoimune Síndrome
miastênica de Lambert-Eaton Oftalmia simpática Penfigóide bolhoso
poliendocrinopatias Púrpura autoimune Púrpura trombocitopênica
idiopática Doença de Reiter tireoidite autoimune Síndrome
antifosfolipídica Espondilite anquilosante Retocolite ulcerativa
Síndrome de Churg-Strauss Síndrome de Behçet Sarcoidose Síndrome de
Vog-Koyanagi-Harada Publicado em
http://pt.wikipedia.org/wiki/Autoimunidade No endereço, links que
explicam o que é cada doença.
publicado por auto-hemoterapia às 19:02

17
Jan 13
07/01/2013 13:17 - weliton [não autenticado] Estou fazendo
auto-hemoterapia, irei fazer a 4ª aplicação e já tive a visão melhorada
apesar de ter pouca idade já estava com dificuldade para ler. , eu
iniciei as aplicações devido a dores nas costas as quais também não
sinto mais, estou com melhoras na saúde física e mental. Estou tomando
o cloreto de magnésio também pois tenho 3 pequenos cálculos renais após
duas semanas 1 delas de 5 milímetros já saiu. entrei neste blog para
deixar meu depoimento porque antes eu estava com muito receio, se faria
ou não como muitos. Então recomendo a todos. Transcrito de
http://www.recantodasletras.com.br/artigos/387723
publicado por auto-hemoterapia às 15:34

13
Jan 13
Data: 13/01/2013 12:17 De: mariza fontana (fontanamariza@yahoo.com.br)
IP: 189.19.165.231 Assunto: Aht Estou fazendo aplicações em mim e na
minha irmã há quase um mês estamos nos sentindo bem pois ela tem
artrose de joelho e eu espondilite anquilosante as minhas dores quase ñ
sinto mais ,minha irmã que só andava de muleta esta melhorando a cada
dia estamos muito felizes,mandarei mais relatos no decorrer do tempo
pois minha irmã esta com cirurgia marcada ,estamos torcendo para que
ela ñ precise mais fazer,um abraço a todos. Relato publicado em
http://inforum.insite.com.br/39550/ "O que é a espondilite
anquilosante? A espondilite anquilosante é um tipo de inflamação que
afeta os tecidos conjuntivos, caracterizando-se pela inflamação das
articulações da coluna e das grandes articulações, como quadris, ombros
e outras regiões. Embora não exista cura para a doença, o tratamento
precoce e adequado consegue tratar os sintomas - inflamação e dor -,
estacionar a progressão da doença, manter a mobilidade das articulações
acometidas e manter uma postura ereta. ...". Em
http://www.reumatologia.com.br/PDFs/Cartilha_Espondilite_Anquilosante.pd
f
publicado por auto-hemoterapia às 20:20

10
Jan 13
"... Uma única doença, a asma "Nas últimas décadas, a prevalência de
asma tem aumentado consideravelmente em muitos países. Estima-se que
aproximadamente 100 a 150 milhões de pessoas sofram de asma no mundo
todo, e cerca de 180 mil óbitos anuais ocorram devido à doença 1.
Estudo multicêntrico (International Study for Asthma and Allergies in
Child- hood - ISAAC) realizado em 56 países mostrou uma variabilidade
na prevalência de asma ativa na infância de 1,6 a 36,8%, estando o
Brasil em oitavo lugar, com a prevalência média de 20% 2. Anualmente,
ocorrem cerca de 350 mil internações por asma no Brasil, o que a coloca
como quarta causa de hospitalização pelo Sistema Único de Saúde (SUS) -
2,3% do total - e a terceira causa entre crianças e adultos jovens 3.
Diferentes estudos têm demonstrado que o aumento da poluição do ar, a
prevalência de infecções respiratórias, condições sócio-econômicas
precárias, a falta de informações sobre a doença e fatores emocionais
podem estar envolvidos no desenvolvimento da asma. ..." Katia T.
NogueiraI, II; Claudia S. LopesII; Eduardo FaersteinII, em Cadernos de
Saúde Pública Print ISSN 0102-311X Cad. Saúde Pública vol.23 no.7 Rio
de Janeiro July 2007 Endereço
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2007000
700014&tlng=en&lng=en&nrm=iso E quanto custa para os cofres públicos?
"...A asma é um problema de saúde que afeta entre 10% e 20% da
população brasileira. Em 2004, 367 mil pessoas foram internadas por
conta da doença, o que gerou gastos de R$ 123,2 milhões no Sistema
Único de Saúde (SUS). Todos os anos, duas mil pessoas morrem vítimas de
asma no Brasil. A rinite alérgica atinge entre 10% e 25% dos
brasileiros e, freqüentemente, coexiste com a asma. Para ampliar o
atendimento aos pacientes portadores desses dois problemas de saúde,
desde 2004 o Ministério da Saúde tem aumentado os investimentos e, no
segundo semestre de 2005, o governo porá em prática a Política Nacional
de Atenção Integral a Pessoas com Doenças Respiratórias. ..." A
informação é do próprio Ministério da Saúde, como se vê no endereço
http://sna.saude.gov.br/imprimir.cfm?id=1268 A sangria dos cofres
públicos, como para tratar os doentes com asma, enchem os cofres das
indústrias farmacêuticas transnacionais. Para citar apenas uma delas:
"Lucro da Pfizer dispara 199% no trimestre SÃO PAULO, 21 de outubro de
2008 - A Pfizer registrou lucro líquido de US$ 2,27 bilhões (ou US$
0,34 por ação) no terceiro trimestre deste ano, volume 199% maior se
comparado aos US$ 761 milhões (ou US$ 0,11 por ação) registrados em
igual período do ano passado. De acordo com comunicado da empresa, o
crescimento do lucro líquido deve-se aos resultados extraordinários de
US$ 2,1 bilhões, atribuídos à suspensão da insulina inalável Exubera.
No acumulado do ano, o lucro líquido da farmacêutica somou US$ 7,83
bilhões, incremento de 45% ante os US$ 5,42 bilhões obtidos no
acumulado de janeiro a setembro de 2007. ..." No endereço
http://jbonline.terra.com.br/extra/2008/10/21/e211025931.html Pois bem:
desde 1911 sabe-se que a auto-hemoterapia cura a asma, como fazia
Ravaut. Lembrando a citação do dr. Luiz Moura: "... Ravaut usa a
autohemoterapia em certos casos de asma, urticária e estados
anafiláticos (dicionário enciclopédico de medicina, T.1, de L. Braier).
...". Empiricamente, os brasileiros vão descobrindo que a
auto-hemoterapia cura a asma: "Data: 24/12/2007 19:51 De: Tatiana
(tatiana.mendes@ig.com.br) IP: 201.50.223.151 Assunto: FELIZ NATAL!!!!!
Feliz Natal a todos que compartilham desta tecnica maravilhosa chamada
Auto Hemoterapia e em especial ao Dr.Moura que deu um belo presente ao
aniversariante "JESUS", ajudando os seus companheiros de jornada, foi o
maior presente que ganhei este ano, a cura da ASMA. Jesus sorri feliz
por aqueles que ajudam a amenizar a dor. Muito Obrigado Dr. Moura,
eternamente OBRIGADO! todo o medicamento que utillizava nas minhas
crises de asma estão aposentados Jose Marcelo Cerqueira Pereira Data:
16/08/2008 23:31 De: Ivonete Soares Nunes IP: 200.97.67.55 Assunto:
Autohemoterapia Estou Fazendo essa prática e até então só trouxe me
lucro e controle em minha vida, pois sofria de um terrível mal de asma
crônica que estava praticamente desenganada. estou na 13ª e apartir da
3ª já abadonei a bombinha, devido excesso de medicamentos para me
manter respirando, veio os efeitos colaterais que me causou outros
males como: hoateoporose, artrite etc. junto estou contando vitória de
tudo 191 17/08/2007 17:25:45 a favor Ana Maria Bispo Silva (31) de São
Paulo0 comentários Aqui em casa fazemos e todos apresentaram melhoras,
meu filho de 10 anos usava ''foraseq 12/400''(bombinha para asma
crônica), a 2 anos ele já esta no terceiro mês de aplicação e esta sem
o remédio(ele usava de manhã e a noite).Eu faço nele de 5/5 dias 10ml e
a pedido dele!!!". Os depoimentos transcrevi dos fóruns de discussão
sobre auto-hemoterapia. ...". Em
http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=1380&u=1326
publicado por auto-hemoterapia às 17:00

06
Jan 13
CURA DO LUPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO. CURA DA ARTRITE REUMATÓIDE. CURA
DA SÍNDROME DE SJOGREN, O CASO MINHA ESPOSA! ... MINHA ESPOSA SE CUROU
DE LUPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO E ARTRITE REUMATÓIDE DOENÇA MISTA DO
TECIDO CONJUNTIVO, VEJA TODO O TRATAMENTO QUE ELA FEZ E NOSSO CASO
PASSO A PASSO. Eu Escobar não acreditava na Auto-hemoterapia, só passei
a acreditar, depois que me CUREI TOTALMENTE de uma severa Asmática
Bronquite, que me debilitava desde bebê, e em um ano de tratamento, 10
ml de 5 em 5 dias tudo desapareceu, é incrível funciona mesmo! E só
depois de ver os resultados em mim, tive coragem de deixar minha esposa
fazer, e os resultados foram INCRÍVEIS! Levei-a ao Médico Dr. Luis
Moura, e ela Iniciou auto-hemoterapia 20 ml de 5 em 5 dias nas 10
primeiras aplicações, depois 10ml de 5 em 5 dias, dose que faz até
hoje. Realmente a Auto-hemoterapia foi à força a mais no tratamento
dela, pois junto com a dieta, retirada total e gradual de drogas
debilitantes do sistema imunológico por um Médico contra o uso abusivo
de drogas, e atividades físicas diárias orientadas, transformou minha
esposa de paciente terminal em uma mulher TOTALMENTE CURADA! ..."
"...Quisera eu, saber disso desde o inicio". Publicado em
www.curassecretas.blogspot.com
publicado por auto-hemoterapia às 21:49

04
Jan 13
A auto-hemoterapia cura ao aumentar a imunidade em quatro vezes. A
técnica foi aplicada pela primeira vez em 1898, e é praticada em todo o
mundo. Dois relatos de cura A Técnica cura como demonstrado nesta ação
judicial do sindicalista Waldemar Almeida. Ele afirma "...Aposentado
por invalidez pelo INSS, com benefício tipificado no Código 32, vem
respeitosamente a presença de Vossa Excelência expor e requerer o
seguinte: O requerente é usuário da Auto-hemoterapia, técnica que
consiste na retirada de sangue da veia e aplicação imediata no músculo,
com o que o sistema imunológico tem seu poder de defesa multiplicado em
quatro vezes. Desta forma evita, combate e cura muitas doenças. O
requerente é portador de uma Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC),
a popularmente conhecida como enfisema pulmonar, considerada pela
medicina como uma doença progressiva e irreversível, levando
invariavelmente à morte. Mal conseguia se locomover a passos lentos
para o sanitário e para se alimentar. Vivia acamado. Era um morto-
vivo. Foi levado, carregado, para as quatro primeiras aplicações de
auto-hemoterapia, feitas a partir de maio de 2009. Hoje, o requerente
caminha, toma ônibus, sobe escada, dirige, voltou a ter desempenho
sexual. Voltou a viver graças à auto-hemoterapia! Mas faz as aplicações
clandestinamente - como se fosse crime lutar para ter saúde, para
viver! - por ato ilegal da Agência Nacional de Vigilância Sanitária
(Anvisa), acompanhada na arbitrariedade pelos Conselhos Federais de
Medicina (CFM), Enfermagem (Cofen) e de Farmácia (CFF), como provará.
...", como se lê em
http://www.rnsites.com.br/autohemoterapia-petição.htm Um outro caso.
"...AH X ENFISEMA O repórter fotográfico aposentado Joaquim Nunes
relatou sua história bastante emocionado: disse que, praticamente,
renasceu. No ano passado, depois de receber um laudo médico acusando
enfisema pulmonar, entrou em desespero. Já estava completando 63 anos
de vida e 40 de nicotina. Ao deixar de fumar, percebeu que queria uma
nova vida. Foi auxiliado por um amigo a procurar a AH. Se dependesse do
seu pneumologista, estaria tomando remédios alopáticos, cada um
custando R$ 400. "Já estava desenganado. A AH me deu coragem. Só é
difícil quem aplique. Conseguir remédios em postos é um problema. Um
tratamento tão barato não é autorizado pelo Ministério da Saúde. É isso
que eu não consigo entender. Algo que só faz bem não é autorizado",
avaliou. Quando os vizinhos perceberam a melhora de Nunes, começaram a
pedir indicação do "milagre". Uma vizinha, por exemplo, sofria de
bronquite asmática e já havia sido até dispensada do trabalho. Com a
AH, começou a encarar um novo ritmo, livrou-se do cansaço e voltou à
ativa. ...". Em
http://www.saudecompleta.com/index.php/publicacoes-cientificas/entrevist
as/auto-hemoterapia/ah-x-efizema.html E como funciona? A resposta é
dada em artigo pelo médico brasileiro dr. Luiz Moura, 89 anos: "É um
recurso terapêutico de baixo custo, simples, que se resume em retirar
sangue de uma veia e aplicar no músculo, estimulando assim o Sistema
Retículo-Endotelial, quadruplicando os macrófagos em todo organismo.
SUMÁRIO A técnica é simples: retira-se o sangue de uma veia comumente
da prega do cotovelo e aplica-se no músculo, braço ou nádega, sem nada
acrescentar ao sangue. O volume retirado varia de 5ml a 20ml,
dependendo da gravidade da doença a ser tratada. O sangue, tecido
orgânico, em contato com o músculo, tecido extra-vascular, desencadeia
uma reação de rejeição do mesmo, estimulando assim o S.R.E. A medula
óssea produz mais monócitos que vão colonizar os tecidos orgânicos e
recebem então a denominação de macrófagos. Antes da aplicação do
sangue, em média a contagem dos macrófagos gira em torno de 5%. Após a
aplicação a taxa sobe e ao fim de 8h chega a 22%. Durante 5 dias
permanece entre 20 e 22% para voltar aos 5% ao fim de 7 dias a partir
da aplicação da auto-hemoterapia. A volta aos 5% ocorre quando não há
sangue no músculo. As doenças infecciosas, alérgicas, auto-imunes, os
corpos estranhos como os cistos ovarianos, miomas, as obstruções de
vasos sangüíneos são combatidas pelos macrófagos, que quadruplicados
conseguem assim vencer estes estados patológicos ou pelo menos,
abrandá-los. No caso particular das doenças auto-imunes a autoagressão
decorrente da perversão do Sistema Imunológico é desviada para o sangue
aplicado no músculo, melhorando assim o paciente. 1. HISTÓRICO Em 1911,
F. Ravaut registra: modo de tratamento auto (uno mismo, haima - sangra)
empregado em diversas enfermidades infecciosas, em particular na febre
tifóide e em diversas dermatoses. Ravaut usa a auto-hemoterapia em
certos casos de asma, urticária e estados anafiláticos (dicionário
enciclopédico de medicina, T.1 de L. Braier). O texto completo do
artigo, publicado em 13/02/2006, esta, revisado, em
http://www.rnsites.com.br/aht_luiz_moura.pdf Transcrição do vídeo do
dr. Luiz Moura no endereço
http://docs.google.com/Doc?id=ddq5qwkp_60fq37qknv E como funciona o
sistema imunológico? Segundo o cientista Ricardo Veronesi (texto
publicado em 1976. O Sistema Retículo Endotelial é hoje chamado de
Sistema Monocítico Fagocitário (SMF): "... As principais funções do
sistema R-H são: 1) Clearance (limpeza) de partículas estranhas
provenientes do sangue ou dos tecidos (inclusive células neoplásicas),
toxinas e outras substâncias tóxicas. 2) Clearance de esteróides e sua
biotransformação. 3) Remoção de microagregados de fibrina e prevenção
de coagulação intravascular. 4) Ingestão do antígeno, seu processamento
e ulterior entrega aos linfócitos B e T 5) Biotransformação e excreção
do colesterol. 6) Metabolismo férrico e formação de bilibirrubina. 7)
Metabolismo de proteínas e remoção de proteínas desnaturadas. 8)
Destoxificação e metabolismo de drogas. Respondendo por tantas e tão
importantes funções, fácil é de se entender o papel desempenhado pelo
sistema R-H no determinismo favorável ou desfavorável de processos
mórbidos tão variados como sejam os infecciosos, neoplásicos,
degenerativos e auto-imunes. Defeitos do sistema imunológico e sua
importância na Patologia Humana Doenças infecciosas e parasitárias.
Quando o organismo humano ou animal é agredido por agentes infecciosos
ou parasitários, é acionado o sistema imunitário, em seus vários
compartimentos, a fim de destruir ou neutralizar o agressor. Tanto a
imunidade mediada por células, como a mediada por anticorpos,
complementadas ao final pelos macrófagos, são movimentadas para impedir
a ação patogênica do agente invasor. Conforme a natureza do agente
etiológico, variará o setor mais importante de defesa, ora sendo os
anticorpos humorais (como, por exemplo, o polivírus), ora os anticorpos
secretórios (IgA), ora a imunidade mediada por células complementadas
pela fagocitose dos macrófagos e dos micrófagos (polimorfonucleares
neutrófilos). Além dos anticorpos, são movimentados outros elementos
humorais com capacidade de neutralizar os vírus ou, indiretamente,
favorecer ou auxiliar a ação dos elementos de defesa do sistema
imunitário. Assim, são produzidas, pelos linfócitos T, 24 linfocinas,
entre elas, o interferon, o M.I.F., as linfotoxinas, a IgA. ..." Quando
publicou este artigo, Ricardo Veronesi era professor de Doenças
Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina da Universidade de
São Paulo; membro do Comitê de peritos em doenças bacterianas da
Organização Mundial de Saúde;... Endereços do texto acima
http://www.orientacoesmedicas.com.br/Imunoterapia_Dr_Ricardo_Veronesi_19
76.pdf ehttp://www.rnsites.com.br/artigo_ricardo_veronese.pdf
publicado por auto-hemoterapia às 18:12

Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

14
15
16
18

20
23
24
25
26

29
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitantes
blogs SAPO