É uma técnica simples. Mediante a retirada de sangue da veia E SUA IMEDIATA APLICAÇÃO NO MÚSCULO, AUMENTA EM QUATRO VEZES O NÚMERO DE MACRÓFAGOS NO ORGANISMO. São os macrófagos QUE FAZEM A LIMPEZA DE TUDO, eliminando bactérias, vírus e câncer.

19
Jun 12
"Alguém tem algum acréscimo para o Glossário de Auto-hemoterapia do
Inforum? http://inforum.insite.com.br/66763/glossarium/ . Sds, AHT.".
Postado por Walter Medeiros, rnsites@supercabo.com.br Termo e
Significado ASCARIDIL O Ascaridil é um medicamento que foi e é usado
para vermes. A matéria-prima genérica chama-se: Cloridrato de
Levamisol. A ação imuno-moduladora do Ascaridil foi descoberta por
acaso por médicos americanos que, fazendo uma campanha contra a
verminose na Califórnia, verificaram que os pacientes com leucemia
tinham melhorado. Eles resolveram estudar o Cloridrato de Levamisol e
descobriram que ele tinha um enorme potencial de estímulo imunológico,
e funcionava em uma série de doenças. Em herpes, funcionava muito bem,
herpes simples, herpes zoster e até em hanseníase ele foi usado com
ótimos resultados, artrite reumatóide e também em câncer, estimulando o
Sistema Imunológico. Usavam como coadjuvante da quimioterapia e da
radioterapia. Misteriosamente, o produto com esta finalidade que se
chamava Stimamizol foi retirado do mercado. Fonte: DVD Dr. Luiz Moura -
Auto-hemoterapia, uma contribuição à saúde AUTO-HEMOTERAPIA Técnica que
combate e cura doenças com a retirada de sangue da veia e aplicação
imediata no músculo. Esta terapia vem salvando vidas há mais de cem
anos. Há anos vem sendo difundida pelo Dr. Luiz Moura, do RJ. Fonte:
DVD Dr. Luiz Moura - Auto-hemoterapia, uma contribuição à saúde
AUTONOMIA Autonomia significa autodeterminação, autogoverno, o poder da
pessoa humana de tomar decisões que afetem sua vida, sua saúde, sua
integridade físico-psíquica, suas relações sociais. (...) Refere-se à
capacidade do ser humano de decidir o que é 'bom', o que é seu
'bem-estar', de acordo com valores, expectativas, necessidades,
prioridades e crenças próprias. Fonte: Paulo Fortes - Ética e Saúde,
página 37 CLORETO DE MAGNÉSIO Substância cujas funções mais importantes
são regular o metabolismo do cálcio no organismo e fixar cálcio onde
deve haver e eliminar cálcio onde não deve haver. As calcificações na
coluna, nas articulações e nas artérias ocorrem por conta dessa
carência de magnésio. As calcificações nos rins, cálculos de oxalato de
cálcio também ocorrem por falta de magnésio. Basta dar magnésio para o
paciente, que ele derrete esses cálculos renais, que não sejam os de
urato e fosfato. Fonte: DVD Dr. Luiz Moura - Auto-hemoterapia, uma
contribuição à saúde DAVID, ALBERTO CARLOS Médico português que
escreveu tese de doutorado sobre A AUTO-HEMOTERAPIA NAS DERMATOSES.
Concluiu o doutorado em outubro de 1924, na Faculdade de Medicina do
Porto, e diz que o interesse pelo assunto surgiu por ter conhecimento
de curas brilhantes obtidas na furunculose, daí resolver escrever
algumas considerações sobre este processo terapêutico de indicações tão
vastas, tornando-o no caso restrito às dermatoses. Pretendeu mostrar na
época o estado da resolução do problema e as suas vantagens e as suas
aplicações práticas. Fonte:
http://www.rnsites.com.br/210_2_FMP_TD_I_01_P.pdf EFEITO DA APLICAÇÃO O
Dr. Moura explica também que do momento que se aplica a
auto-hemoterapia leva 8 horas para a taxa dos macrófagos chegar a 22%
(vinte e dois por cento). A técnica que o professor Jesse Teixeira usou
para comprovar a ação da auto-hemoterapia foi muito simples. Simples,
porque a descoberta é que é difícil. Ele descobriu que passando uma
substância cáustica cantárida - na coxa, forma-se uma bolha. Aí, ele
resolveu tirar líquido da bolha e contar o número de macrófagos.
Constatou que havia 5% (cinco por cento) de macrófagos. Fez a
auto-hemoterapia e começou de hora em hora a tirar umas gotas dessa
bolha. A cada hora o nível de macrófagos ia subindo e, no fim de 8
horas, chegou aos 22% (vinte e dois por cento). O pesquisador constatou
que durante 5 (cinco) dias mantiveram-se os 22% (vinte e dois por
cento). Esclarece ainda que todo dia ele tirava, mas mantinha 20
(vinte) a 22% (vinte e dois por cento). Do 5º (quinto) ao 7º (sétimo)
dia é que começou o declínio. Fonte: DVD Dr. Luiz Moura JESSÉ TEIXEIRA
Médico autor do trabalho científico Complicações Pulmonares
Pós-Operatórias Autohemotransfusão, publicado na revista científica
BRASIL-CIRÚRGICO, Órgão oficial da Sociedade Médico-Cirúrgica do
Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, vol.
II, março de 1.940, número 3, páginas 213 - 230 Fonte: Brasil cirúrgico
LUIZ MOURA Médico carioca estudioso e praticante da auto-hemoterapia
desde 1940. Ele relata dezenas de casos de cura com a aplicação da
técnica. Fonte: DVD Dr. Luiz Moura - Auto-hemoterapia, uma contribuição
à saúde MACRÓFAGOS Células que intervêm na defesa do organismo contra
infecções. Eliminam as bactérias, os vírus, as células cancerosas e a
fibrina, que é o sangue coagulado. Fonte: Wikipédia e DVD Dr. Luiz
Moura PLASMA RICO EM PLAQUETAS - PRP Tipo de auto-hemoterapia que
consiste em injetar, diretamente na lesão, um concentrado de plaquetas
(células que carregam proteínas chamadas fatores de crescimento). Esses
fatores são os responsáveis por promover a regeneração do tecido. Em
altas concentrações, eles podem ser capazes de acelerar o processo
natural. Segundo os usuários da técnica, a utilização dessas plaquetas
não oferece riscos de rejeição ou de reação alérgica, já que são
células do próprio paciente. O PRP faz parte do arsenal terapêutico de
cirurgia do joelho e tem utilização predominante na área esportiva.
Fonte: Programa Esporte Espetacular - Folha de S. Paulo REVAUT REVAUT -
Paul Revaut, médico francês que descreveu a auto-hemoterapia, sua
técnica e indicações, pela primeira vez, num importante artigo
publicado em 1913. Já em 1831, no Jornal de Medicina e Cirurgia Prática
o médico italiano M. Mansizio recomenda uma operação rudimentar com o
uso da técnica, que constituiu uma nota apresentada à Academia de
Medicina. O trabalho de Ravaut registra o modo de tratamento empregado
em diversas enfermidades infecciosas, em particular na febre tifóide e
em diversas dermatoses. Ele usa a auto-hemoterapia em certos casos de
asma, urticária e estados anafiláticos, conforme descrito no Dicionário
Enciclopédico de Medicina, T.1, de L. Braier. Fonte:
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia.htm RICARDO VERONESI Médico
autor do artigo "Imunoterapia: O impacto médico do século", defendendo
o uso da auto-hemoterapia Fonte: MEDICINA DE HOJE - MARÇO DE 1976
SISTEMA RETÍCULO-ENDOTELIAL Sistema constituído por células que,
situadas em diferentes locais do organismo, têm características
reticulares e endoteliais e são dotadas de capacidade fagocitária,
intervindo, desse modo, na formação de células sanguíneas, no
metabolismo do ferro, além de desempenharem funções de defesa contra
infecções generalizadas. Fonte: Wikipédia e DVD Dr. Luiz Moura TAMPÃO
SANGUÍNEO PERIDURAL Forma de auto-hemoterapia que consite na retirada
de sangue do doente e imediata reaplicação pelo anestesista quando
ocorre queixa de forte dor de cabeça após uma cirurgia. Fonte: Conselho
Federal de Medicina - CFM TEMPO DE USO O Dr. Luiz Moura considera que
não há limite de tempo para uso da auto-hemoterapia que, para ele,
pode-se usar uma vida inteira. Diz que manda seus pacientes fazerem uma
série de 10 aplicações, depois descanso de um mês. Seria para usar de
forma permanente. Os intervalos dependem da finalidade com que está
sendo aplicada. Leia mais sobre o assunto em Fonte:
http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-dosagem.htm TERAPIAS
INOVADORAS "No tratamento de um paciente, quando métodos profiláticos,
diagnósticos e terapêuticos comprovados não existem ou foram
ineficazes, o médico, com o consentimento informado do paciente, deve
ser livre para utilizar medidas profiláticas, diagnósticas e
terapêuticas não comprovados ou inovadores, se no seu julgamento, esta
ofereça esperança de salvar vida, restabelecimento da saúde e alívio do
sofrimento. Quando possível, estas medidas devem ser objeto de
pesquisa, desenhada para avaliar sua segurança ou eficácia. Em todos os
casos, as novas informações devem ser registradas e, quando apropriado,
publicadas. As outras diretrizes relevantes desta Declaração devem ser
seguidas". Fonte: DECLARAÇÃO DE HELSINQUE 2000, da Associação Médica
Mundial, que trata de Princípios Éticos para Pesquisa Clínica
Envolvendo Seres Humanos
publicado por auto-hemoterapia às 18:31

Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitantes
blogs SAPO