É uma técnica simples. Mediante a retirada de sangue da veia E SUA IMEDIATA APLICAÇÃO NO MÚSCULO, AUMENTA EM QUATRO VEZES O NÚMERO DE MACRÓFAGOS NO ORGANISMO. São os macrófagos QUE FAZEM A LIMPEZA DE TUDO, eliminando bactérias, vírus e câncer.

28
Dez 14
Integrative Oncology Centers™ 
 
Auto-hemoterapia: uma parte da Imunoterapia 
 
Auto-hemoterapia, ou terapia auto-sangue, foi descrita pela primeira vez pelo médico francês Paul Ravaut em 1913 e tem sido empregado em uma ampla gama de condições de doenças crónicas. Várias centenas de artigos sobre o assunto foram publicados em revistas médicas tradicionais, como o Journal of the American Medical Association, principalmente a partir do início dos anos 1920 até o início dos anos 1940, conforme listado nos vários volumes do Index Medicus (geralmente sob a categoria de assunto soro " A terapia "). 
 
Auto-hemoterapia é uma parte do tratamento de imunoterapia. Auto-hemoterapia não é uma "terapia alternativa". A acção benéfica relatado de auto-hemoterapia tem sido atribuído à presença de antigénios no sangue, que estimulam a produção de anticorpos quando injectado nos tecidos. Esta explicação encontra apoio no trabalho de Dr. CE Rosenow (Fundação Mayo, 1915-1944), que estabeleceu a presença de um organismo causador ou antígeno no sangue durante a fase ativa de muitas doenças. Assim, a acção de auto-hemoterapia pode ser comparada com a de uma vacina autóloga e pertence ao campo da imunoterapia. 
 
A técnica é mais comum na Europa e na América do Sul do que nos Estados Unidos. Ela envolve a retirada de uma pequena quantidade de sangue (dependendo da condição do doente) a partir da veia e a reinjecção do mesmo sangue de volta para um músculo ou na veia. O objetivo da terapia é melhorar a capacidade do sistema imunológico para combater a doença. 
 
O sangue conserva as suas componentes normal - o complemento normal de hormonas, anticorpos, minerais e sais. Qualquer subprodutos metabólicos resultantes de doenças agudas ou a longo prazo também estarão presentes no sangue e sua reintrodução no paciente irá forçar o corpo para montar uma resposta imune fresca para a doença causando substâncias. 
 
O sangue pode ser misturado com um remédio homeopático, ou ozono (uma forma instável de oxigénio), antes de ser reinjectado no paciente. E intervalo de dosagem dependem das necessidades individuais do paciente. 
 
Esta técnica tem sido parte do Tratamento Issels de doenças imunológicas, doenças crônico-degenerativas e câncer. 
 
IMPORTANTE: A magnitude da resposta ao tratamento varia de paciente para paciente, mesmo com o diagnóstico semelhante à do ambiente corporal interna é único para cada paciente individual. 
 
 
ORIGINAL 
 
Integrative Oncology Centers™ 
 
Autohemotherapy a Part of Immunotherapy 
 
Autohemotherapy, or self-blood therapy, was first described by the French physician Paul Ravaut in 1913 and has been employed in a wide range of chronic disease conditions. Several hundred articles on the subject have been published in mainstream medical journals, such as the Journal of the American Medical Association, mostly from the early 1920s through the early 1940s, as listed in the various Index Medicus volumes (generally under the subject category "serum therapy"). 
 
Autohemotherapy is a part of Immunotherapy treatment.Autohemotherapy is not an "alternative therapy". The reported beneficial action of autohemotherapy has been attributed to the presence of antigens in the blood, which stimulate the production of antibodies when injected into the tissues. This explanation finds support in the work of Dr. E. C. Rosenow (Mayo Foundation, 1915-44), which established the presence of a causative organism or antigen in the blood during active stages of many diseases. Thus the action of autohemotherapy can be compared to that of an autologous vaccine and belongs into the field of immunotherapy. 
 
The technique is more common in Europe and South America than in the United States. It involves the withdrawal of a small amount of blood (depending on the patient's condition) from the vein and the reinjection of the same blood back into a muscle or into the vein. The aim of the therapy is to enhance the immune system's ability to fight disease. 
 
The blood retains its normal components - the usual complement of hormones, antibodies, minerals, and salts. Any metabolic by-products resulting from acute or long-term illnesses also will be present in the blood and their reintroduction into the patient will force the body to mount a fresh immune response to the disease causing substances. 
 
The blood may be mixed with a homeopathic remedy, or ozone (an unstable form of oxygen), before being reinjected into the patient. Dosage and interval depend on the individual patient's needs. 
 
This technique has been part of the Issels Treatment of immune disorders, chronic degenerative diseases and cancer. 
 
DISCLAIMER: The extent of the response to treatment varies from patient to patient, even with similar diagnosis as the internal bodily environment is unique to each individual patient. 
 
 

 

publicado por auto-hemoterapia às 15:42

Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18

21
22
23
25
26
27

29
30
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitantes
blogs SAPO